Segunda Pregação – Domingo

Ana Paula, coordenadora diocesana do Ministério jovem da diocese falou sobre a esperança, que é uma arma que não nos deixa desanimar.

Dizia ela que só o Senhor é perfeito, assim, quando começamos a caminhar muitas dificuldades surgem, pois somos limitados e pecadores, e precisamos entender que não servimos às pessoas, mas sim, a Deus. E quando há amor de verdade, nós não abandonamos o nosso posto, mas continuamos mesmo com todo cansaço e lutas.

Todo o tempo de coordenação passará, diferente do amor divino, quando nos colocamos à frente, precisamos amar a Deus, e por isso, amar as pequenas coisas. Servir não é modismo, mas humildade, que deve ser buscada a cada dia. E a esperança no Senhor é o movimento que nos leva a caminhar.

A escuridão do mundo tem apagado nossas armas para alcançar o céu, há muitas pessoas vazias, que ainda não sentiram nem viveram realmente o amor de Deus. É preciso ter o encontro consigo mesmo e viver aquilo que é vontade de Dele, é necessário permitir ser filho da Luz. Jesus reconstrói a nossa esperança, basta que desejemos.

E durante o momento de oração, o Senhor, mais uma vez fala a diocese, através de uma visualização mostrava que águas abundantes caíam do céu, que lavavam e purificavam a juventude de Guarulhos.